Home Notícias Geral Vídeo mostra elevação impressionante da água em enchente em SC, que tem 6 mil desabrigados

Vídeo mostra elevação impressionante da água em enchente em SC, que tem 6 mil desabrigados

0
Vídeo mostra elevação impressionante da água em enchente em SC, que tem 6 mil desabrigados
Rio do Oeste, no Alto Vale do Itajaí, neste domingo (Foto: Roberto Zacarias/Secom)

Santa Catarina tem 71 municípios em situação de emergência devido às chuvas dos últimos dias, informou o governo do estado. Do total, 11 cidades estão em estado de calamidade pública: Trombudo Central, Rio do Sul, Vidal Ramos, Rio do Oeste, Pouso Redondo, Botuverá, São João Batista, Agrolândia, Braço do Trombudo, Agronômica e Lontras.

Rio do Sul, no Vale do Itajaí, enfrenta a maior enchente desde 1983. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra a impressionante elevação da água na rua Fernando Silva (assista abaixo), que chegou ao primeiro andar das moradias em cerca de 24 horas.

O nível do Rio Itajaí-Açu chegou a 13 metros. A Prefeitura de Rio do Sul informou que 50% das vias foram tomadas pela água. É a quinta enchente que atinge o município somente neste ano.

Mortes

De acordo com relatório divulgado pela Diretoria de Gestão de Desastres, da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil (SDC), ocorreram três mortes no estado, sendo duas mulheres, no município de Taió, no Vale do Itajaí, no dia 16 de novembro, e um homem no município de Palmitos, no Oeste. Na noite de sexta-feira (17), um homem desapareceu em Praia Grande, no Sul catarinense.

Na tarde deste domingo (19) o governador Jorginho Mello esteve no Alto Vale do Itajaí para acompanhar os estragos e em reuniões para agilizar a assistência do governo. A comitiva passou por Rio do Sul, Trombudo Central, Rio do Oeste, Agrolândia, Agronômica e Taió.

Conforme a Defesa Civil, a região Oeste é a mais impactada. As ocorrências estão relacionadas com as fortes chuvas, temporais, inundações, vendavais, alagamentos, granizo e enxurradas. “Vale ressaltar que existem informações de municípios com ocorrências que ainda não foram reportadas para a SDC pois as equipes técnicas estão em atendimento nos municípios”, destaca o órgão. (Oeste Mais)