Bebê de Concórdia com doença rara precisa de ajuda financeira para tratamento e reconstrução da face

Concórdia – A família de um bebê de apenas sete meses está precisando de auxílio da comunidade para arrecadar recursos visando a manutenção de um tratamento após o diagnóstico de malformação craniofacial e encefalocele occipital severa. Joaquim Lorenzo, morador do bairro Renascença/acima do Presídio Regional, precisará de várias cirurgias para reconstrução da face e correção da cabeça.

Nas últimas semanas os familiares iniciaram pelo site Vaquinha uma campanha para arrecadar R$ 120 mil. O montante será para manter o tratamento do menino que precisa de atendimento especial e também para custear algumas intervenções cirúrgicas futuras.

Joaquim Lorenzo nasceu com malformação da face e nem os médicos acreditaram que ele poderia sobreviver. A mãe do menino, Sebastiana de Matos Santos, disse ao jornalismo da Atual FM que todos estavam desacreditados, porém depois do nascimento o bebê foi para casa e, apesar das dificuldades para se alimentar está ganhando peso.

Joaquim possuiu hidrocefalia, problemas no coração, nasceu com problemas visuais, se alimenta apenas por uma sonda e respira pelo único canal, aquele em que ele se alimenta. Sebastiana diz que o tratamento é por tempo indeterminado. O bebê já passou por duas intervenções cirúrgicas e a próxima será em janeiro em Curitiba no Paraná.

O bebê quando está em casa também precisará de atendimento especializado de forma permanente. A família ainda está trabalhando para reformar a estrutura da casa, já que o bebê necessita de um espaço isolado devido a situação. As doações podem ser feitas no site específico visando garantir o atendimento adequado para Joaquim Lorenzo.

Sebastiana disse que nas últimas horas a família conseguiu através do judiciário um encaminhamento para que o menino receba as fraldas e o leite especial para sua alimentação. Os familiares ainda estão tomando conhecimento da situação, já que o custo é significativo com a compra de fraldas e da alimentação.

O caso envolvendo o bebê Joaquim Lorenzo é único registrado em Santa Catarina.

Fonte: Atual FM

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.