Home Blog

Cachorro ilhado em pedra no meio do rio é resgatado em Erval Velho

0

Erval Velho – Um resgate dramático foi realizado nesta quarta-feira (19) em Erval Velho. A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência em que um cachorro estava estava em cima de uma pedra localizada no meio do rio que corta o município, sendo que o animal já estava lá latindo desde a madrugada.

Ao chegar ao local foi avistado o cão em cima de uma pedra no meio do rio, com acesso precário, pois a barranca do rio era alta e a correnteza forte. Conforme o sargento Natalício Poster de Ávila, foi possível descer até uma pedra localizada às margens do rio para tentar chamar o cão na tentativa de ele pulasse no rio e possibilitar a retirada, mas o cão não tinha coragem de sair da pedra.

Em seguida foi tentado fazer uma ponte com uma tábua de uma pedra a outra, mas como a correnteza era forte a tábua não fixou. Em uma tentativa de buscar o cachorro, o sargento Poster tentou atravessar o rio até o cachorro, mas a correnteza o arrastou por alguns metros não conseguindo chegar até o cachorro.

Logo após essa tentativa, um popular desceu até o local e ajudou no resgate, conseguindo laçar o cachorro com uma corda possibilitando o resgate do animal.

Também estavam na ocorrência também os soldados Padilha e Lucas.

Pilotos foram feitos reféns durante assalto a carro-forte no aeroporto de Caxias do Sul

0

Os pilotos do avião que levou até o Aeroporto Hugo Cantergiani, em Caxias do Sul, a quantia de dinheiro que seria transportada pelo carro-forte que foi atacado por assaltantes na noite desta quarta-feira (19) foram feitos reféns durante a ação criminosa. Segundo o Batalhão de Choque da Brigada Militar, eles e os vigilantes que estavam no local já foram resgatados.

O assalto aconteceu por volta das 19h30, e resultou em uma intensa troca de tiros entre os criminosos e policiais militares. Um policial foi ferido e morreu durante atendimento hospitalar e pelo menos um dos bandidos também morreu no confronto.

O grupo chegou até o local se passando por policiais federais, utilizando, inclusive, caminhonetes com adesivos da Polícia Federal. A quadrilha, que contava com mais de dez homens na ação, teria agido com informações privilegiadas sobre a remessa de dinheiro que seria levada pelo carro-forte.

Os assaltantes conseguiram fugir para uma mata próxima do aeroporto. Por volta das 21h30, um cerco policial era montado na área e até as 22h30, a região seguia cercada.

Alguns dos veículos do grupo chegaram a ser carregados com o dinheiro, incluindo a falsa viatura. No entanto, algumas das caminhonetes foram deixadas para trás.

O Comando de Policiamento de Choque, o Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e o Batalhão de Aviação da Brigada Militar também foram mobilizados. As informações são do ABCMais.

Relatório da PEC dos Desastres é aprovado: SC deverá receber mais de R$60 milhões

0

O relatório da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 44/2023) foi aprovado hoje, 18 de junho, na comissão presidida pelo deputado federal catarinense Jorge Goetten. A PEC, de autoria do deputado Bibo Nunes (PL-RS), reserva um percentual das emendas parlamentares dos deputados e senadores para o combate a enchentes e desastres naturais.

A proposta original garantia que a reserva seria de 5% das emendas. O relator, deputado Gilson Daniel (PODE/ES) expandiu a proposta para incluir também 5% das emendas de bancada e, de forma opcional, até 10% das emendas de comissões. Com isso, o valor total destinado ao Brasil ultrapassa 3 bilhões de reais. Santa Catarina, em particular, será beneficiada com mais de 60 milhões de reais para enfrentar desastres naturais.
Recursos na hora do desastre
Sobre a importância da medida, Goetten comentou: “Sei bem como faz a diferença a liberação rápida de recursos em momentos de crise. Cada minuto conta quando estamos enfrentando uma enchente ou qualquer outro desastre. Essa PEC garante que os recursos estarão disponíveis imediatamente, quando mais precisamos deles.”
O catarinense frisou, ainda, a celeridade de análise e aprovação. “O relatório foi apresentado após 10 sessões de análise, nas quais ouvimos especialistas, entidades e parlamentares. Esta proposta é crucial para garantir recursos imediatos em momentos de crise”, afirmou Jorge Goetten, que preside a comissão e possui vasta experiência em lidar com enchentes, já tendo enfrentado mais de 17 ao longo de sua vida, no Alto Vale do Itajaí.
Caso os recursos não sejam empenhados até o final de novembro de cada ano, serão automaticamente destinados ao Fundo Especial para Calamidades Públicas (FUNCAP), assegurando seu uso eficiente e dentro do prazo necessário para emergências.
O grupo de análise coordenado por Goetten reuniu 34 deputados, que participaram da construção da proposta. A PEC 44/2023 agora segue para apreciação no plenário, onde se espera que receba o apoio necessário para ser implementada, trazendo alívio e assistência para regiões afetadas por desastres em todo o país.

RS: Bandidagem aterroriza aeroporto na serra e entra em confronto com a Brigada Militar

0

Caxias do Sul – Na noite desta quarta-feira (19), um intenso tiroteio assustou moradores próximos ao Aeroporto Hugo Cantergiani, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. Segundo informações preliminares, houve uma tentativa de assalto a um carro-forte na zona sul da cidade.

Por volta das 19h30, foi relatada a tentativa de roubo ao carro-forte. Em seguida, ocorreu um confronto intenso no local, com troca de tiros, durante o incidente, um policial militar foi ferido, sendo socorrido ao hospital Pompeia.

Os criminosos, utilizavam uma viatura falsa da Polícia Federal e estavam armados, mais de dez indivíduos. No aeroporto, os vigilantes do carro-forte foram trancados dentro do carro-forte.

O vídeo abaixo mostra o momento em que agentes da Brigada Militar tentam se aproximar do local da ocorrência. A viatura estava sendo usada como escudo. Informações dão conta de um dos assaltantes foi morto e os outros conseguiram fugir para um mato atrás do Aeroporto Hugo Cantergiani.

Duas ambulâncias do Samu foram acionadas, sendo duas mortes confirmadas até o momento: um policial que chegou a ser levado para atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu, além de um dos criminosos. Aguarde mais informações.

OAB contesta no STF decisão que autoriza monitoramento de diálogos entre advogados e preso

0

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou o monitoramento de diálogos entre o preso Ronnie Lessa e seus advogados, no âmbito do inquérito 4.954 que investiga o homicídio de Marielle Franco e Anderson Gomes.

A medida, que inclui o monitoramento de comunicações verbais e escritas, é considerada pela OAB uma afronta às prerrogativas da advocacia e à ordem jurídica do Estado Democrático de Direito.

Em documento encaminhado ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito, a OAB afirma que a determinação fere gravemente a inviolabilidade do sigilo profissional, um direito fundamental garantido pela Constituição Federal e pela Lei Federal 8.906/94 (Estatuto da Advocacia).

O texto do documento enviado para o ministro diz que “o ponto central da controvérsia reside na indevida, com a devida vênia, determinação de monitoramentos indiscriminado das comunicações verbais e escritas alcançarem a relação advogado e cliente preso. Sem sombra de dúvidas, da referida determinação se extrai patente violação constitucional à intimidade e privacidade (art. 5º, X, CF) não só do preso, além de manifesta ofensa à inviolabilidade do sigilo profissional”.

A OAB aponta que o monitoramento de diálogos entre advogados e clientes em situação de custódia compromete a ampla defesa e a própria essência do Estado Democrático de Direito. “A ampla defesa não se faz presente quando desrespeitada a inviolabilidade das conversas entre advogados e presos, sendo inadmissível num Estado Democrático de Direito que garantias não sejam observadas em nome de uma maior eficácia da repressão”.

O Conselho Federal da OAB solicitou que o STF reveja a decisão, garantindo o atendimento advocatício de forma reservada e livre de monitoramento, conforme previsto na legislação vigente.

“Requer-se seja recebido este pedido, reconhecendo-se a legitimidade deste Conselho Federal para a manifestação, acolhendo-a, para o fim de garantir as prerrogativas da advocacia no caso concreto, modificando a decisão exarada no ponto em que determinou o monitoramento das comunicações do custodiado Ronnie Lessa em relação ao atendimento advocatício, em cumprimento ao determinado e garantido pela Lei Federal 8.906/94 de comunicação reservada e pessoal entre advogado e cliente”, conclui o documento.

Carro e camioneta com placas de Piratuba colidem na SC-150 no interior de Capinzal

0

Capinzal – Um idoso ficou ferido em um acidente de trânsito na tarde desta quarta-feira (19) na comunidade de Linha Pelissaro, no interior de Capinzal.

Os bombeiros atenderam à ocorrência por volta das 14h40. A colisão envolveu um automóvel Fiat/Uno e uma camioneta GM/Captiva, ambos com placas de Piratuba.

O condutor do Fiat Uno, 78 anos, havia saído da estrada de acesso à Pedreira Engenho quando foi atingido na lateral pela Captiva, que seguia pela SC-150 em direção a Capinzal.

Segundo os bombeiros, a vítima sofreu algumas escoriações e relatava dores no peito e no cotovelo. Após os primeiros atendimentos, foi feito o encaminhamento ao Hospital Nossa Senhora das Dores.

O condutor do outro veículo, um homem de 42 anos, não sofreu ferimentos e dispensou atendimento. Com infromações da rádio Capinzal.

PMRv e Receita Federal de Joaçaba fazem apreensão de descaminho em Irani

0

Irani – Na tarde desta quarta-feira (19), a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), em apoio à Receita Federal de Joaçaba, realizou mais uma apreensão de descaminho. O fato ocorreu por volta das 12h na BR-153, em Irani.

A carga estava sendo transportada em um caminhão VW/24.280 CRM 6X2, com placas de Ijuí/RS. O condutor era um homem de 46 anos.

Durante a entrevista, o motorista relatou que carregou seu caminhão na segunda-feira, 17, no município de Uruguaiana/RS, em um local que presta serviços de estocagem, e que a carga seria de cosméticos, conforme as notas fiscais.

Após a inspeção da Receita Federal, foi verificado inconsistências nos valores das notas fiscais apresentadas pelo condutor e na quantidade de produtos que estavam sendo carregados.

Diante das irregularidades, o homem e o caminhão foram conduzidos ao pátio da Receita Federal para procedimentos cabíveis.

RS: pedidos de pagamento de seguros já somam mais de R$ 3,88 bilhões

0
Os moradores do Rio Grande do Sul que tiveram casas, carros e empresas atingidos pelas enchentes já fizeram 48.870 pedidos de indenizações para empresas seguradoras. Os avisos de sinistros de todos os tipos já somam R$ 3,88 bilhões no estado.
Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (19) pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg). Na comparação com a divulgação anterior, feita no dia 23 de maio, o número de pedidos cresceu 108% e os valores tiveram aumento de 132%.
O setor com maior número de pedidos de indenizações é o residencial e habitacional, com 22,6 mil solicitações. O maior valor é o do setor de grandes riscos, que envolve a cobertura empresarial, com R$ 1,32 bilhão, seguido pelo setor de automóveis, com R$ 1,27 bilhão. O setor agrícola registrou 2,2 mil pedidos, somando R$ 181,6 milhões.
O presidente da entidade, Dyogo Oliveira, explica que os números devem continuar crescendo nas próximas semanas. “A situação ainda não está estabilizada no Rio Grande do Sul, e isso certamente gerará continuidade no processo de avisos de sinistros.”
Segundo Oliveira, as empresas estão facilitando o atendimento e agilizando o pagamento de indenizações quando é possível. “Muitas empresas já estão pagando os sinistros, inclusive com bastante agilidade”, disse ele, explicando que, no caso de avaliações de seguros empresariais, por exemplo, nas quais é preciso fazer vistorias em locais ainda alagados, o pagamento pode demorar mais.
Apesar do alto número de pedidos de pagamentos, a CNseg garante que as empresas do setor estão preparadas para fazer frente a tais valores. “Esses volumes são perfeitamente cobertos pelas capacidade financeira das seguradoras brasileiras. Além das reservas técnicas, que são mandatórias, elas contam com ativos financeiros próprios e com todo o sistema de resseguro nacional e internacional”, afirmou Oliveira. (EBC)

CCJ do Senado aprova projeto de lei que libera cassino e bingo no país

0

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (19), por 14 a 12 votos, relatório sobre projeto de lei que propõe a legalização de cassinos e jogos de azar, como bingo e jogo do bicho, no Brasil. O tema agora deve ser remetido ao plenário da Casa.

O PL 2.234/2022 veio da Câmara dos Deputados, onde foi aprovado, e tramita no Senado desde 2022. A proposta prevê a permissão para a instalação de cassinos em polos turísticos ou em complexos integrados de lazer, como hotéis de alto padrão (com pelo menos 100 quartos), restaurantes, bares e locais para reuniões e eventos culturais.

O projeto propõe ainda a possível emissão de uma licença para um cassino em cada estado e no Distrito Federal. Alguns estados teriam uma exceção, como São Paulo, que poderia ter até três cassinos, e Minas Gerais, Rio de Janeiro, Amazonas e Pará, com até dois cada um, se o projeto for aprovado. A justificativa foi o tamanho da população ou do território.

Durante a sessão da CCJ, a maioria das manifestações se deu por parte dos senadores contrários ao projeto. Um dos principais argumentos trazidos foi o do impacto sobre o sistema de saúde, que deverá lidar com o aumento do vício em jogos, disseram senadores de partidos como PL e Novo.

O senador Magno Malta (PL-ES) citou o exemplo dos Estados Unidos, onde a legalização de cassinos criou um ambiente favorável à prostituição, ao consumo de drogas e máfia. Ele afirmou que o vício em jogos causam “dano moral, dano psicológico, que destrói famílias, destrói pessoas”.

Marcos Rogério (PL-RO) reforçou o argumento. “Temos hoje uma pandemia [de vício em jogo]”, afirmou. “Nós já estamos diante de um cenário que já é ruim, e a minha preocupação é agravarmos o problema”, complementou. “A compulsão em jogos de azar acarreta problemas diversos para a saúde, incluindo ansiedade e depressão.”

A favor do projeto, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) frisou a importância econômica e cultural dos cassinos para diversos municípios brasileiros. “Sabemos a importância que o Cassino da Urca [que funcionou no Rio de Janeiro até a proibição da atividade no país] teve”, citou. “Quantas cidades perderam relevância, importância, porque esse tipo de organização da atividade do jogo foi proibido”, acrescentou.  Ele ainda reforçou o argumento de que os jogos de azar devem ser regulados, para o Estado poder controlar e arrecadar impostos com a atividade.

Segundo o relator do projeto, senador Irajá (PSD-TO), a estimativa é que os cassinos podem gerar 700 mil empregos diretos e 600 mil indiretos, além de incrementar o turismo. “Qual, afinal de contas, o medo de enfrentarmos este tema?”, indagou Irajá.

A exploração de jogos de azar no Brasil é proibida desde 1946.

TJSC confirma prisão de prefeitos de Ipira, Ipuaçu e Pinhalzinho em ação do GAECO

0

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), em nota emitida pouco depois das 17 horas desta quarta-feira (19), confirmou a homologação das prisões preventivas dos prefeitos de Ipira, Marcelo Baldisseira (PL); de Ipuaçu, Clori Perosa (PT); e de Pinhalzinho, Mario Afonso Woitexem (PSDB).

Os mandatos de prisão cumpridos são correspondentes a segunda fase da Operação Fundraising, deflagrado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e pelo Grupo Especial Anticorrupção (GEAC).

Marcelo Baldisseira passou por audiência de custódia na comarca de Capinzal. Mario Afonso Woitexem foi preso em Florianópolis, e passou por audiência de custódia na Vara de Garantias da comarca de Florianópolis. Clori Perosa teve audiência de custódia realizada na comarca de São Domingos. Os três prefeitos foram encaminhados a presídios das regiões onde foram detidos, conforme comunicado do TJSC.