Férias coletivas no setor de Aves da BRF de Concórdia

Mais de 1,7 mil trabalhadores da BRF de Concórdia entram em férias coletivas a partir desta segunda-feira, dois de julho. Os funcionários do setor de Aves, turnos I e II, estarão com as atividades suspensas durante 12 dias. Segundo a BRF, essa medida é necessária para amenizar os impactos negativos deixados pela paralisação dos caminhoneiros que ocorreu em maio, e também pelos embargos às exportações de aves à Europa.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Alimentação de Concórdia e Região, Sintrial, Jair Baler, diz que essa situação é delicada. “Todos os sindicatos do Brasil estão preocupados , mas ainda antes da greve dos caminhoneiros sabíamos dessa possibilidade de rodízio de férias coletivas”, afirma Baler.

Rumores de demissões em Concórdia

Nesta semana a BRF de Chapecó anunciou demissão de 350 funcionários do setor de abates de peru e vai conceder 30 dias de férias coletivas para 1,4 trabalhadores. Também surgiram rumores da possibilidade de demissões em Concórdia. “Não temos nenhuma informação a respeito de demissões aqui em Concórdia e esperamos que isso não aconteça”, destaca o presidente do Sintrial.

Negociação salarial na segunda-feira

Às 8h desta segunda-feira, dois de julho, o Sintrial e a BRF se reúnem para a terceira rodada de negociação salarial. Neste encontro estarão em pauta as cláusulas econômicas.

A proposta apresentada pelo sindicato é para um aumento de 3,69%, sendo 1,69% referente à inflação do período e mais 2% de ganho real. A proposta da BRF foi repassar 1,2% de reajuste salarial. (Rádio Aliança)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.