Transporte coletivo é questionado na Câmara de Vereadores; Diretor de Trânsito esclarece indagações

Capinzal – O transporte coletivo urbano de Capinzal foi abordado na sessão desta terça-feira (08) da Câmara de Vereadores. O vereador Rafael Tonial (PSB) levantou uma situação que está provocando a reclamação de usuários. Conforme Tonial, está se verificando a superlotação nos veículos, o que tem provocado o descontentamento de alguns moradores.

O vereador disse que os usuários esperam qualidade e comodidade do serviço até mesmo devido ao reajuste recente no preço das passagens. “Essa superlotação é perigosa, até contra a segurança, muitas pessoas ficam em pé, é ilegal perante o trânsito”, avalia. Em entrevista à reportagem, Rafael Tonial, detalha:

Contraponto

Em contato ainda na noite desta terça com responsável pelo Departamento de Trânsito da prefeitura de Capinzal, Antônio Moacir Becher, informou que foram tirados dois horários na parte da manhã, 8h30min e 9h30min, em razão de que a maioria das vezes circulava vazio. “Olhar empreendedor diz que devemos cortar gastos desnecessários”, avalia Becher. Ele ainda explicou algumas situações pontuais e fez um desabafo elogiando o serviço prestado em Capinzal. “Sobre a reclamação do atraso deve ser o trânsito ou às vezes acontece algum problema mecânico. Sobre ter mudado ou tirado horário há oito meses, informação equivocada. Não foi tirado nenhum horário à tarde. Nosso transporte é o mais barato, só em Capinzal tem coletivo de meia em meia hora, e só em Capinzal que a cada 100 metros tem uma parada de ônibus”, desabafa.

Becher conclamou a população a ajudar a encontrar soluções para que o coletivo não acabe ou entre outra empresa. “Diminuindo alguns horários sem prejudicar, estamos achando soluções para que este serviço não se acabe. A crítica quando for construtiva será sempre bem-vinda. Fiz várias viagens como cobrador e por isso digo isto, com conhecimento de causa”, conclui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.